Prêmio Direitos Humanos: membros da Comissão Julgadora iniciam avaliação dos trabalhos

Ao todo, 100 projetos foram inscritos nesta edição nas categorias Cidadã, Imprensa e Programa Trabalho Justiça e Cidadania

Integrantes da Comissão Julgadora da do Prêmio Anamatra de Direitos Humanos 2022 reuniram-se, nesta quarta (3/8), para avaliar os projetos inscritos na categoria Cidadã, na qual concorrem pessoas físicas ou jurídicas que tenham desenvolvido ações que envolvam a defesa dos direitos humanos no mundo do trabalho.

Ao todo, a 10ª edição recebeu um total de 105 inscrições para as categorias ‘Cidadã’, ‘Imprensa’ e ‘Programa Trabalho, Justiça e Cidadania (TJC)’. Os inscritos concorrerão a uma premiação total de R$ 60 mil.

As próximas reuniões do Prêmio devem acontecer nos dias 15 e 17 de agosto, para a avaliação dos trabalhos inscritos na categoria Imprensa nas subcategorias mídia impressa (jornal e revista) ou eletrônica (internet), televisão; rádio e fotografia (jornal e revista) ou eletrônica (internet).

A deliberação final em todas as categorias ficará a cargo do júri qualificado. A cerimônia de premiação ocorrerá no dia 29 de setembro de 2022, no Rio de Janeiro (RJ).

Participaram da reunião o diretor de Cidadania e Direitos Humanos da Anamatra, André Dorster, o diretor de Formação e Cultura, Marcus Barberino, e a juíza Renata Conceição Santos (Amatra 6/PE).

Receba nossa newsletter

SHS Qd. 06 Bl. E Conj. A - Salas 602 a 608 - Ed. Business Center Park Brasil 21 CEP: 70316-000 - Brasília/DF
+55 61 3322-0266
Encarregado para fins de LGPD
Dr. Marco Aurélio Marsiglia Treviso
Diretor de Prerrogativas e Assuntos Jurídicos da Anamatra