Nova diretoria da Amatra 23 (MT) toma posse  

Juíza Dayna Lannes assume Presidência e recebe cumprimentos da Anamatra

A Amatra 23 (MT) tem nova diretoria, que tomou posse nesta segunda-feira (3/5) em solenidade virtual com a presença de dirigentes da Anamatra. A juíza Dayna Lannes Andrade, que também vai integrar o Conselho Fiscal da Anamatra no próximo biênio, substitui o juiz André Araújo Molina na Presidência da entidade que representa a Magistratura do Trabalho em Mato Grosso.

Ao cumprimentar a nova diretoria, a presidente da Anamatra, Noemia Porto, destacou que os líderes associativos estão sendo desafiados à reinvenção no modo de fazer política, no trabalho, em casa e nos ciclos sociais. "A unidade, a coesão e a construção de consensos, mesmo em meio às divergências, têm sido marcas características do movimento associativo organizado da Magistratura do Trabalho. A construção histórica desse movimento resulta da combinação da qualidade das presidências e diretorias; da pujança da participação do corpo vivo associativo; e da trajetória coerente, numa lógica de princípios de atuação, que se consegue observar no tempo. Eu acredito, e todos nós acreditamos, que a Amatra 23 reúne esses predicados. São os predicados da consciência política, da postura crítica, do engajamento para o trabalho e da confiança na força do coletivo", ressaltou.

O presidente eleito da Anamatra, Luiz Antonio Colussi,  também homenageou a nova diretoria da regional. "Tenho a convicção de que saberá dar continuidade ao belo trabalho iniciado, com a inspiração e a contribuição pessoal da nova presidente. Nossa responsabilidade é imensa, por isso a necessidade de mantermos o diálogo e estreitarmos os laços para uma atuação que, efetivamente, contemple todos os nossos associados e associadas. Assumindo esse compromisso, buscamos também o fortalecimento da nossa Justiça do Trabalho", lembrou Colussi. A juíza Patrícia Ramos, secretária-geral da Anamatra e eleita para a Diretoria de Cidadania e Direitos Humanos do próximo biênio, também prestigiou a solenidade. 

Ao agradecer o apoio dos magistrados, advogados, procuradores do Trabalho que acompanharam a cerimônia, a nova presidente da Amatra 23 (MT), Dayna Lannes, defendeu a unidade. "Finda a disputa, saibam que somos todos Amatra 23: plural, democrática, forte e unida. Temos a exata compreensão que representamos a vontade de cada um de nossos associados. Precisamos conciliar interesses que nem sempre são convergentes entre juízes integrantes de diversas fases da carreira. Porém, representamos um todo e respeitamos a pluralidade que somos", asseverou a magistrada em seu discurso de posse.

Confira a nova composição da diretoria da Amatra 23:

Presidente: Juíza Dayna Lannes Andrade
Vice-Presidente: Juiz Aguimar Martins Peixoto
Diretor Secretário: Juiz Plínio Gevezier Podolan
Diretora de Direitos e Prerrogativas: Juíza Deizimar Mendonça Oliveira
Diretora Financeira e de Patrimônio: Juíza Márcia Martins Pereira
Diretor Cultural, Social e de Relações Públicas: Juiz Pablo Saldivar da Silva
Diretor da Sede Social: Juiz Paulo César Nunes da Silva
Diretora da ESMATRA: Juíza Karina Correia Marques Rigato
Conselho Fiscal: Juiz Adriano Romero da Silva, Juiz Mauro Roberto Vaz Curvo e Juíza
Rafaela Barros Pantarotto
Suplentes: Juíza Caroline Rodrigues de Marchi, Juíza Helaine Cristina Queiroz e Juiz Juarez
Gusmão Portela nos cargos de Direção da AMATRA 23, da ESMATRA-MT e do Conselho Fiscal para o
biênio 2021/2023

Receba nossa newsletter

SHS Qd. 06 Bl. E Conj. A - Salas 602 a 608 - Ed. Business Center Park Brasil 21 CEP: 70316-000 - Brasília/DF
+55 61 3322-0266
Encarregado para fins de LGPD
Dr. Marco Aurélio Marsiglia Treviso
Diretor de Informática da Anamatra

Menu