Reforma estatutária: Anamatra discute a implementação das alterações aprovadas em Assembleia Geral Extraordinária

Novas disposições entram em vigor dia 29 de dezembro

O vice-presidente da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra), Luiz Colussi, o diretor de Informática, Marco Aurélio Treviso, e o diretor de Aposentados da entidade, José Aparecido dos Santos, reuniram-se, nesta quinta (19/11), de forma telepresencial, com a participação de funcionários dos setores administrativo e de informática da associação.

O encontro virtual teve como objetivo discutir detalhes quanto à implementação das alterações no Estatuto da Anamatra, aprovadas na Assembleia Geral Extraordinária, concluída no último dia 29 de setembro. As novas disposições estatutárias entram em vigor a partir de 29 de dezembro, 90 (noventa) dias após a promulgação da Assembleia.

Para o vice-presidente da Anamatra, Luiz Colussi, a reunião se mostrou de extrema importância. “Aproveitou-se a oportunidade para realizar um amplo convite aos magistrados que se desligaram da Associação para que a ela retornem, em prol do coletivo. A Anamatra é um coletivo; o coletivo são os seus associados”, ressaltou.

Sobre as propostas- As propostas aprovadas têm origem em teses aprovadas na Assembleia Geral (Plenária) da última edição do Congresso Nacional de Magistrados da Justiça do Trabalho (Conamat), ocorrido em Belo Horizonte (MG), em 2018; bem como nas mudanças do Código Civil. As teses serviram de base para as sugestões de alterações no Estatuto, em suma, promovendo a inclusão dos pensionistas no quadro associativo da Anamatra e estabelecem uma contribuição extraordinária em caso de refiliação.

Receba nossa newsletter

Menu