Mais de 2 milhões são vítimas do trabalho infantil no Brasil

No Dia Mundial e Nacional contra o Trabalho Infantil, Anamatra alerta para a vulnerabilidade aguda causada pela pandemia

 

Em 2017, havia 2,3 milhões de crianças e adolescente trabalhando no Brasil, de acordo com estatísticas oficiais do IBGE. Dados fornecidos pelo Ministério da Saúde também revelam um cenário extremamente preocupante. Apenas entre 2007 e 2018, 261 crianças morreram trabalhando. O Brasil é o que se pode chamar de polo de trabalho infantil na América Latina, concentrando 28% do trabalho infantil nesta região.

Neste 12 de junho, Dia Mundial e Nacional contra o Trabalho Infantil, a Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra) alerta para o perigo da exploração do trabalho infantil, em especial em época de pandemia. “É fundamental manter sob às luzes da sociedade a proteção das crianças, pois a vulnerabilidade aguda causada pela pandemia tende a ampliar as estratégias de captação e exploração do trabalho infantil”, afirma o diretor de Cidadania e Direitos Humanos da Anamatra, Marcus Barberino,

Nessa linha, a Anamatra promoveu, em suas redes sociais, a campanha alusiva ao 12 de Junho, com foco na pandemia. O objetivo da entidade é, além de alertar para o perigo da exploração do trabalho infantil, conscientizar sobre a importância da proteção dos grupos de risco frente ao coronavírus (Covid-19). Barberino explica que a campanha é uma homenagem e, ao mesmo tempo, avisos singelos de alerta para lembrar as questões estruturais do país. “São responsabilidades do Estado brasileiro, mas, fundamentalmente de todos nós brasileiros, cuidar da promoção e da proteção da infância. Nós somos os regadores dessas plantas existenciais que são os brasileiros pequenos e jovens”.

FNPETI – A campanha do Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FNPETI), também é voltada à pandemia. O tema deste ano é “Covid-19: agora mais do que nunca, protejam crianças e adolescentes do trabalho infantil.” A Anamatra é uma das entidades integrantes do Fórum.

O objetivo da Campanha é alertar para o risco de crescimento do trabalho infantil motivado pelos impactos da pandemia e evidenciar a necessidade de maior proteção às crianças e adolescentes trabalhadores, com o aprimoramento de medidas de prevenção e de combate ao trabalho infantil, em especial diante da vulnerabilidade socioeconômica resultante da crise provocada pelo novo coronavírus.

Receba nossa newsletter

Menu