Senado: CCJ aprova a indicação de Luiz Jozé Dezena da Silva para o TST

Desembargador ocupará vaga decorrente da aposentadoria do ministro Fernando Eizo Ono

O presidente da Anamatra, Guilherme Feliciano, o diretor de Prerrogativas e Assuntos Jurídicos, Luiz Antonio Colussi, o diretor de Assuntos Legislativos, Paulo Boal, e o juiz Ronaldo Siandela, membro da Comissão Legislativa acompanharam, nesta quarta (10/10), sabatina do desembargador Luiz José Dezena da Silva, realizada na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado Federal. O magistrado, que teve seu nome aprovado por unanimidade, com vinte votos, foi indicado para o cargo de ministro do Tribunal Superior do Trabalho, na vaga decorrente da aposentadoria do ministro Fernando Eizo Ono.

Para o presidente Feliciano, a sabatina apresentou ao magistrado indicado questões de elevada complexidade, ligadas às controvérsias da reforma trabalhista, às questões de gênero no mercado de trabalho e ao próprio Orçamento da Justiça do Trabalho. “Todas as questões foram respondidas com absoluta tranquilidade e engenho. O ministro Luiz José Dezena da Silva será, certamente, uma grande aquisição para o TST e representará um relevantíssimo aporte de conhecimento e presteza para o Tribunal Superior do Trabalho”, avalia.

Durante a sabatina, também foi aprovada a indicação de Maria Cristiana Simões Amorim Ziouva para compor o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), na vaga destinada a membro do Ministério Público Federal, em decisão unânime, com 20 vinte votos.

Receba nossa newsletter