Anamatra presente na Semana de Combate ao Assédio Moral e à Discriminação no Poder Judiciário

Lançamento ocorrerá nesta sexta (6/5), no TRT 6 (PE), com a presença da presidente da Comissão Anamatra Mulheres, Luciana Conforti

Nesta sexta-feira (6/5), às 14h, na sala de Sessões do Pleno do Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região (PE), será lançada, nacionalmente, a Semana de Combate ao Assédio Moral e à Discriminação no Poder Judiciário.

A Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra), apoiadora do evento, participará do evento, pela sua vice-presidente Luciana Conforti, presidente da Comissão Anamatra Mulheres. A magistrada também representa, como magistrada do TRT-6, a Justiça do Trabalho de 1º e 2 Graus no Comitê de Prevenção e Enfrentamento do Assédio Moral e do Assédio Sexual do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

O lançamento contará com a participação da coordenadora do referido Comitê, conselheira Salise Monteiro Sanchotene. A conselheira explica que o objetivo do CNJ é promover a efetiva implementação da Política de Prevenção e Enfretamento do Assédio Moral, do Assédio Sexual e da Discriminação no Poder Judiciário. “Nesse período, todos os tribunais devem proporcionar ações formativas voltadas a magistrados, servidores e colaboradores. Essas ações de prevenção são medidas muito benéficas a serem adotadas, dando oportunidade para que as pessoas revisem seus comportamentos antes que se instalem os conflitos”, destacou.

A programação prevê palestra com a psicóloga do Regional Michelle Rangel, abordando o “Funcionamento da Comissão de Ética e Combate ao Assédio Moral”; e a apresentação da “Pesquisa sobre Saúde”, realizada pela Comissão de Saúde da Amatra 6 (PE), com a juíza do TRT-6 e integrante da Comissão, Sarah Yolanda Alves de Souza.

O evento é organizado pelo Grupo Interinstitucional de Prevenção de Acidentes de Trabalho (Getrin6), com apoio da Escola Judicial (Ejud-6), da Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 6ª Região (Amatra 6) e da Anamatra.

#TrabalhoSemAssédio

A Política de Prevenção e Enfrentamento do Assédio Moral, do Assédio Sexual e da Discriminação no Poder Judiciário, instituída pelo CNJ pela Resolução 351/2020, é um dos motes da campanha da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra) #TrabalhoSemAssédio, lançada pela entidade no último dia 27 de abril.

O objetivo, explica Luciana Conforti, alinha-se à preocupação do CNJ com as práticas abusivas no âmbito do Judiciário. Vai ao encontro também dos esforços da entidade pela ratificação, pelo Brasil, da Convenção 190 da Organização Internacional do Trabalho (OIT), para fomentar políticas de tolerância zero às violências e assédios no mundo do trabalho.

Apoie você também esse movimento em prol de uma sociedade menos violenta, preconceituosa e desigual, na qual o trabalho digno, seguro e saudável seja uma realidade.

Compartilhe os materiais da campanha nas redes sociais, utilizando a hashtag #TrabalhoSemAssédio disponíveis em www.trabalhosemassedio.anamatra.org.br

 

*Com informações do TRT 6

Leia mais: 

Judiciário unido na Semana de Combate ao Assédio e à Discriminação


Combate ao assédio moral e sexual pelo Judiciário é tema de artigo da vice-presidente


Violência e assédio no mundo do Trabalho: ato público pede ratificação da Convenção nº 190 da OIT

 

Receba nossa newsletter

SHS Qd. 06 Bl. E Conj. A - Salas 602 a 608 - Ed. Business Center Park Brasil 21 CEP: 70316-000 - Brasília/DF
+55 61 3322-0266
Encarregado para fins de LGPD
Dr. Jônatas dos Santos Andrade
Diretor de Informática da Anamatra