Luta antimachista: webinário discutirá importância do julgamento com perspectiva interseccional de gênero

Evento acontece no dia 19 de abril, às 19h30, com transmissão pelo canal da TV Anamatra no Youtube 

A Comissão Permanente Anamatra Mulheres realiza, no próximo dia 19 de abril, das 19h30 às 20h30, o webinário “A importância da perspectiva interseccional de gênero na luta antimachista”.

Evento gratuito, com certificação pela Escola Nacional Associativa dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Enamatra), o webinário terá transmissão simultânea pelo canal da TV Anamatra no Youtube.

O webinário terá como expositoras:.

- a vice-presidente da Anamatra e presidente da Comissão Anamatra Mulheres, Luciana Conforti,

- a juíza titular do TRT 8 (PA/AP) e integrante da Comissão Anamatra Mulheres Elinay Ferreira,

- a juíza do TRT 4 (RS) e integrante da Comissão Anamatra Mulheres Gabriela Lenz de Lacerda,

- a juíza substituta do TRT 15 (Campinas e região) e integrante da Comissão de Direitos Humanos da Anamatra Patrícia Maeda, e

- a juíza substituta do TRT 5/BA e integrante da Comissão de Direitos Humanos da Anamatra Viviane Martins.

Saiba mais em: https://www.e-inscricao.com/anamatra/webinarioperspectivagenero

Atuação da Anamatra – O Protocolo de Julgamento com Perspectiva de Gênero foi desenvolvido ao longo de 2021 por um grupo de trabalho instituído pelo CNJ e que contou com a participação de todos os segmentos da Justiça – estadual, federal, trabalhista, militar e eleitoral. A Anamatra também contribuiu com a iniciativa, pela Comissão Anamatra Mulheres, representada pelas juízas Vanessa Sanches e Patrícia Maeda, que atualmente integram a Comissão de Direitos Humanos da Anamatra.

O tema do julgamento com perspectiva de gênero tem sido um dos temas prioritários de atuação da Anamatra, especialmente por meio da Comissão Permanente Anamatra Mulheres, instituída no biênio 2017/2019. O colegiado tem promovido debates a respeito desta temática, com a participação de especialistas, com o objetivo de combater efetivamente - por meio da ampla discussão, apresentação de dados concretos e proposições - , os mitos, preconceitos, descriminação e estereótipos, contidos nas leis e nas mentes e de magistradas e magistrados.

A Comissão Anamatra Mulheres tem o objetivo de implementar, institucionalmente, estudos e debates da temática da equidade de gênero tanto no âmbito da representação associativa quanto no sistema de justiça, bem como promover discussões acerca dos problemas enfrentados pelas magistradas do trabalho na judicatura, por razão de gênero, com o intuito de se obter proposições de ações a serem apresentadas à direção da Associação Nacional.

Receba nossa newsletter

SHS Qd. 06 Bl. E Conj. A - Salas 602 a 608 - Ed. Business Center Park Brasil 21 CEP: 70316-000 - Brasília/DF
+55 61 3322-0266
Encarregado para fins de LGPD
Dr. Marco Aurélio Marsiglia Treviso
Diretor de Prerrogativas e Assuntos Jurídicos da Anamatra