Anamatra e Amatra 4 abrem diálogo com futuro Governo sobre rumos da Magistratura e da Justiça do Trabalho

Primeiro encontro ocorreu em Porto Alegre

O diretor de Prerrogativas e Assuntos Jurídicos da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra), Luiz Antonio Colussi, e a presidente da Amatra 4, Carolina Hostyn Gralha, reuniram-se, nesta sexta (21/12), com o deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM-RS), futuro Ministro Chefe da Casa Civil do Governo Bolsonaro.

O futuro Chefe da Casa Civil registrou que o foco principal do Governo, no primeiro semestre, será mesmo a Reforma da Previdência, com redação diversa da que se debateu em 2018 (PEC 287, sob a relatoria do Dep. Artur Maia), além de outras reformas de base, voltadas para a retomada do crescimento econômico, inclusive no campo trabalhista. A discussão da “carteira verde e amarela”, por exemplo, de fato virá.

Também durante o encontro, Lorenzoni posicionou-se quanto aos boatos que giram em torno da Justiça do Trabalho, na perspectiva política do novo Governo, que toma posse em 1º de janeiro de 2019. O deputado afirmou que não há qualquer projeto dedicado à extinção da Justiça do Trabalho, seja na proposta de governo, seja nos debates da transição, e tampouco o tema compõe o elenco de preocupações do Presidente eleito, Jair Bolsonaro.

Para mais, colocou-se à disposição da Anamatra para seguir o diálogo aberto, com linha direta junto a ele. Programa-se reunião com o Presidente Feliciano, na sede da Anamatra ou no Congresso, para o início de janeiro.

Para Luiz Antonio Colussi, ficou clara a disposição de manter o diálogo com a Justiça do Trabalho, visando melhorias para a sociedade. Para o diretor da Anamatra, " temos um longo caminho a percorrer, baseados sempre no diálogo”, afirmou.

Receba nossa newsletter